Varrela garante rebanho mais homogêneo em leilão que ocorrerá em outubro

0
47
A criação Nelore Varrela em 2020 será apresentada ao mercado com caracterização ainda mais homogênea, com lotes muito semelhantes em avaliação genética e de DEP’S. O remate, que é tradicional vendedor de touros, vai ofertar dia 17 de outubro, 70  reprodutores nelore PO destinados a trabalhar a produção de corte.
A proposta da Varrela, segundo o gerente Marcelo Cordeiro, é oferecer ao criador animais que possam impactar melhorias de  habilidade materna, revestimento de  carcaça e ganho de peso. “Da seleção desse ano, não se consegue  tirar um lote inferior, todos estão no mesmo padrão de melhoramento genético. São animais nos quais as  progênies  vão padronizar qualquer vacada comum”, explicou.
Além da funcionalidade e produtividade,  o gado  do leilão apresenta temperamento dócil, o que possibilitaa desenvolver melhor a carcaça e o ganho de peso. ” A boiada Varrela vai contar com touros criados a campo,   jovens, que farão a diferença a curto prazo.  Prontos para  descer do caminhão e serem introduzidos na vacada”, adiantou Cordeiro.
Focada na produção do boi de qualidade,  a boiada Varrela é monitorada e comprovada para a produção de carne através da  ultrassonografia de carcaça . Um dos destaques da genética  Varrela para produção de carne vem do reprodutor  Echelon do Varrela, touro que terá 200 bezerros no remate. “Esse animal coletou semên aos 16 meses, tem um padrão de  filhos tecnicamente excelentes. Em breve vamos apresentar  a sua qualidade de carne”, revelou.
O Leilão Varrela está pronto para servir qualquer plantel do Brasil,  com genética pronta para ser experimentada  em qualquer canto do País.  O remate será uma boa opção também para a compra de fêmeas PO prenhas e paridas com avaliação positiva. Vacas comerciais e bezerros e bezerras também vão compor o rebanho.  A Agropecuária também vai oferecer semên  dos reprodutores ECHELON DO VARRELA  E DARDO DO VARRELA.
Fonte:
Assessoria de Imprensa
Apoio:
COMPARTILHAR